sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Consumerismo

1. Consultando o link completa dois dos tópicos "Não é fácil, ser consumidor!" (p. 7) 

      Diferentes preços- Existem varios tipos de produtos  no mercado de consumo mas com qualidades diferentes e resistencias diferentes . Como por exemplo nós se quisermos comprar uma aparelhagem juntamos um pouco mais de dinheiro e vamos comprar a uma loja de confiança e que sabemos que é boa e dura muito tempo e se formos a uma loja fraquinha como a do chines compramos se calhar tres vezes mais barata mas a durabilidade e a qualidade é diferente ,ou seja, em objetos que queremos que durem e sejam de qualidade vale mais a pena gastar mais dinheiro.

Diferentes marcas…- Quanto a diversidade de marcas é imensa mas temos que saber optar . Como por exemplo se formos comprar material escolar nós vamos optar por um material que confiamos mais que sabemos que é bom e vai  durar e nao vamos comprar um material da marca do supermercado como por exemplo pois sabemos que o material de construção e mais fraco e a durabilidade não é tão boa ,por vcezes nao faz diferença como na comida não é por levarmos esparguette de marca que vai ser melhor que o de marca do supermercado.


2. A DECO concebeu a apresentação que tens estado a ler para promover a Educação do Consumidor e práticas consumeristas.
Refere dois objectivos da Educação do Consumidor. (p. 15) 

  Qualidade e estilos de vida. Consumismo e consumerismo

3. “Até à data, e no geral, o homem actuou no seu ambiente como um parasita, tomando o que deseja com pouca atenção pela saúde do seu hospedeiro, isto é, do sistema de sustentação da sua vida.” Hutchison (2000), citado em Consumo e Ambiente
Distingue o caminho Tecnozóico do Ecozóico, e refere a importância das tecnologias limpas para salvar o Planeta da degradação do ambiente e das alterações climáticas. 

4. Verifica que o consumo insustentável referido na questão anterior é explicado não só pela Economia, mas também pela Psicologia ou pela Sociologia entre outras.

  Isso quer dizer que um consumo insustentável pode ser explicado pela economia psicologia e pela sociologia pois o consumo está fortemente relacionado com essas áreas. Um individuo que consome é afretado pela economia(finança do consumidor) pela psicologia( pois um um individuo que consome de mais e desnecessariamente e designado por uma doença oniomania. o mesmo acontece na sociologia com os seus problemas sociais 

5. Refere como o consumismo é responsável pela exclusão do acesso de grande parte da população aos bens de consumo. 
Consumismo refere se a um modo de vida orientado por uma crescente prospensão ao consumo de bens o serviço em geral  supérfluos em razão do seu significado simbólico prazer, sucesso e felicidade. O termo descreve uma forma aparentemente racional e confuso de comportamento económico

6. Comenta dois direitos do consumidor que te pareçam frequentemente obstruídos. 
  • DIREITO À FORMAÇÃO E À EDUCAÇÃO PARA O CONSUMO- um individuo tem o direito de ter uma educação para o consumo  pois um individuo sem uma indicação é facilmente afetado pelo vicio de compras em que ele chega a consumir de mais tornando se assim um viciado em compras
    • DIREITO À INFORMAÇÃO PARA O CONSUMO um individuo tem direito a saber que substâncias colocaram como por exemplo quimicos e coisas do genero para sabermos se queremos comprar na mesma maneira ou não se nao nao sabemos o que estamos a consumir pensamos que nos faz bem mas afinal faz mal.
7. Será que frequentemente os jovens transmitem às suas famílias comportamentos de consumo mais consistentes com os seus deveres enquanto consumidores? Justifica. 

8. Indica os quatro erres do Rap do Eco Consumidor. * Backup 

9. Do teu ponto de vista o que é mais importante para consumir responsavelmente?
A - Conhecer a Lei do Consumidor
B - Ter valores com
patíveis com um consumo responsável
Justifica.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Oniomania – Doença que atinge 1% da população

1. Refere factores que conduzam ao consumo impulsivo.

  alguns factores que podemos encontrar presentes ao consumo impulsivo são: a vontade de de termos bens actualizados ou seja que saiem para o mercado de compras.
A necessidade de alguns bens.
A ansiedade de comprar bens novos.
Muitas das vezes fazem compras.

2. Caracteriza a oniomania.
Oniomania trata-se de uma doença que atinge 1% da população, devido ao excesso de compras.

3. Distingue o consumismo da doença (oniomania)?
A diferença entre consumismo e oniomania é que consumismo é designados as pessoas que consomem de mais ou seja é o conjunto de comportamentos e atitudes sustentáveis de conduzir a um consumo sem critério e oniomania é quando um individuo é totalmente viciado em fazer compras ou seja não vive a não ser de compras em que no caso se torna um doente por compras 
4. “Comprar coisas de que não se precisa faz parte do estatuto de ser mulher”. Comenta.
Por nos fazer compras desnecessárias não se encaixa no estatuto de ser mulher pois ao fazermos compras desnecessária estamos a consumir depois e a nos prejudicar economicamente e financeiramente.

5. “A compulsão não escolhe género, os homens apenas têm outros interesses”. Identifica as áreas de consumo compulsivo segundo o género.
Segundo género podemos ver que aos homens podemos localiza-los em áreas tecnológicas e as mulheres em árias comercias em que podemos encontrar roupas sapatos e outros acessórios 
6. Identifica o perfil das pessoas que correm maior risco de se endividarem.
O perfil das pessoas que correm maior risco de se endividarem são as pessoas com doença de onimania pois eles estão constantemente a fazer compras 

7. Refere a Internet como facilitadora do consumismo.
A Internet é um dos meus comuns para os consumidores pois eles podem fazer compras online e outras coisas.
como assessórios roupas etc.

8. Refere a Internet como ferramenta de uma atitude consumerista.
A internet como um atitude consumirista podemos ver que ela serve também pra fazer compras essenciais para um bom consumo e nos ajuda para diversas ocasiões  
9. A propensão ao consumismo depende da educação? Como?
Sim pois um individou que é educado ao fazer compras com estabilidade ou essencial não vai consumir mais do que pode e deve

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Rendimento e Condições de Vida PT-UE

1.
4  Com o gráfico conseguimos perceber que austria aumentou ligeiramente ,finlandia diminui quase para metade ,grécia destaca se com o aumento e Portugal tambem diminui ligeiramente

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Lei de Engel

1. Calcula o orçamento de cada uma das famílias.
NOTA: Utiliza o ficheiro do Excel, e no final posta uma imagem personalizada no blogue com a Tabela das questões 1. e 2., e o Gráfico da questão 3..

2. Determina os coeficientes orçamentais das quatro famílias para cada classe de despesa.

3. Representa graficamente as despesas percentuais das famílias nas diversas rubricas de despesa.

4. Verifica como a interpretação do quadro te conduz à Lei de Engel.

Quanto menor for o rendimento de uma família, maior tenderá a ser a proporção dos seus rendimentos gasta em alimentação e menor será a proporção dos rendimentos gasta em cultura, lazer, e gastos diversos.

5. Comenta o elevado valor das subscrições de telemóveis em Portugal relativamente a outros países.
Em Portugal com o valor das subscrições elevados mostra que o rendimento Português anda a subir ou entao os Portugueses andam a gastar mais do que podem.

6. Comenta o elevado número de automóveis em Portugal relativamente a outros países da União Europeia. 

Quando o rendimento sobe, as famílias naturalmente gastarão mais dinheiro em todas as rubricas, mas observando a estrutura do consumo – a importância percentual de cada rubrica – verifica-se que a alimentação perde importância, enquanto os gastos diversos ganham maior expressão.
e quando ganham mais vao gastar mais e vao sair a noite ir ao cinema jantar fora etc 

8. Refere como o consumo varia com os seguintes factores extra-económicos:
a) Estrutura etária dos agregados familiares;
b) Estilos de vida (v.g. fast-food, consumos lights, desportos radicais, consumos com consciência ambiental);
c) Moda;
d) Publicidade;
e) Cultura.

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Necessidades – noção e classificação

1. Escreve uma composição centrada nas necessidades que satisfazes quotidianamente utilizando dez dos termos que se encontram a negrito acima.
A multiplicidade de necessidades é infinita porque o individuo não sente uma só necessidade , a saciabilidade é quando estamos a satisfazer uma necessidade sentimos mais satisfação no inicio do que no fim, a relatividade de uma necessidade varia com o tempo e com o espaço como quando está frio e nos queremos aquecer  ou quando está calor e nos queremos arrefecer, a hierarquia de necessidades e quando uma necessidade é mais importante de se satisfazer que a outra, a substituibilidade é quando, para satisfazermos uma necessidade, podemos utilizar um bem diferente. As necessidades económicas são necessidades que implicam um custo superior a zero, implicando a escassez do bem, enquanto as necessidades não económicas são de utilização livre e o seu custo é nulo. as nossas necessidades dividem se em três graus de necessidade: primárias, secundárias e terciárias. As primárias são as mais necessárias e indispensáveis à sobrevivência, as secundárias são necessárias mas dispensáveis à sobrevivência e as terciárias são simplesmente desnecessárias.

2. Qual das classificações acima estará mais relacionada com a Pirâmide de MaslowJustifica.

 A classificação que esta mais relacionada com a piramide de Maslow é quanto à sua importancia (primária,secundária terciária)
As primarias sao as indispensaveis a sobrevivencia ;
as secundarias necessárias mas não indispensáveis à sobrevivência;
Terciárias supérfluas, ie., inúteis, desnecessárias, apenas para ostentação.
3. Qual das classificações acima estará mais relacionada com a Economia? Justifica.
As necessidades económicas são  a classificação que está mais relacionada com a Economia 
implicam bens com preço maior que zero, conduzindo à escassez dos bens, colocando-se o problema económico e necessidades não económicas satisfeitas com bens livres, isto é, bens com preço nulo
4. A alimentação é uma necessidade individual, sentida por todos. Justifica.

 A alimentação é uma necessidade individual pois é uma necessidade que só é sentida pelo individuo de uma forma particular.

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Os Agentes Económicos

    1. Explicita os aspectos fundamentais da actividade económica.

Os aspectos fundamentais da actividade económica são produção ,distribuição,consumo,acumulação e repartição do rendimento.

2. Em Economia estudamos o comportamento dos agentes económicos, não de sujeitos económicos individuais. Porquê?
       Em Economia não se estudam comportamentos individuais, pois agrupando-se todos os micro-sujeitos que têm a mesma função principal no mesmo macro-sujeito, ou agente económico a Na Economia estuda-se o comportamento dos agentes económicos, pois o comportamento de sujeitos económicos individuais é imprevisível, daí agrupar-se os sujeitos económicos individuais que desempenham a mesma função como por exemplo uma família ou famílias.


3. Nas sociedades rurais grande parte da produção destinava-se a auto-consumo. Nas sociedades modernas a distribuição e o Marketing têm uma importância crescente. Refere alguns aspectos que sustentem estas afirmações.
Sim agora a distribuição e muito importante porque antigamente as famílias tinham o seu próprio quintal para o auto consumo hoje em dia nos vamos ao supermercado e se nao houvesse a distribuição era impossível termos tudo o que temos hoje porque quase tudo vem de fora.
o estado consegue financiar instituições publicas porque o estado cobra impostos as pessoas.

4. As Empresas (não financeiras) produzem bens comercializáveis, enquanto o Estado produz bens não comercializáveis. Justifica definindo bens comercializáveis.
   Um bem é comerciável quando o preço é maior que o seu custo. As empresas não financeiras produzem bens comercializáveis, porque as suas receitas provêm da produção enquanto o estado produz bens não comercializareis porque as suas receitas derivam de impostos e de outras contribuições e não  de rendimento próprio.

5. Entre as diversas parcelas de rendimentos do capital, qual delas é mais incerta? Justifica.
    Entre as diversas parcelas de rendimentos do capital a mais incerta é o lucro porque nem sempre sabemos os imprevistos das outras parcelas do rendimento do capital e dos juros de empréstimo estas que podemos conhecer antecipadamente e o lucro apenas se descobre no final.